Destaques de Programação: 28 de Abril

Os dois primeiros filmes a passar neste terceiro dia de festival, às 14h30, são Mercado de Futuros de Mercedes Alvarez (Pequeno Auditório da Culturgest), um documentário brilhantemente composto, com um enquadramento extraordinário da arte de Michelangelo e uma composição pós-moderna dos espaços abertos que tem como ponto de partida o abandono e a demolição de uma casa antiga, e Beauty de Carolin Schmitz (Sala 1 do Cinema Londres), que reúne uma serie de entrevistas a várias pessoas que partilham um denominador comum: a cirurgia plástica.

"All the Lines Flow Out" de Charles Lim

Nas curtas metragens, a sessão Pulsar do Mundo Curtas 2 tem lugar na Sala 3 do Cinema São Jorge, às 16h. A Competição Internacional Curtas 4 passa às 17h15, no Pequeno Auditório da Culturgest, e aCompetição Nacional Curtas 2 no Grande Auditório às 18h15.

Hoje começa o Foco Suíço – Um Bando à Parte com a exibição de Emile de 1 à 5 e Garçon Stupide de Lionel Baier. É dentro de um pólo de cinema novo que o IndieLisboa vai encontrar o nervo desta programação especial inserida na secção de Cinema Emergente: nos filmes de Ursula Meier, Jean-Stéphane Bron, Frédéric Mermoud e Lionel Baier, quatro realizadores que constituem o colectivo Bande à part Films. Todos estes cineastas, ainda que com uma voz distinta, realizam filmes que comunicam com um público alargado. É a reconfiguração de uma tradição cinematográfica que se aperfeiçoa sem deixar de ser popular, que mantém o realismo que verdadeiramente comove os espectadores.

Do Foco Sessões Especiais: Parabéns Viennale – Cinco Décadas em Cinco FilmesDaisies de Vera Chytilová, a representar os anos 60, será exibido às 19h45 no Pequeno Auditório da Culturgest.

Da secção IndieMusicNeil Young Journeys de Jonathan Demme, tem hora marcada para as 18h, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. Grandma Lo-Fi: The Basement Tapes Of Sigrídur Níelsdóttirde Ingibjörg Birgisdóttir, Kristín Björk Kristjánsdóttir e Orri Jónsson é exibido com R. Stevie Moore – Tape to Disc de Nuno Monteiro, às 21h45, na Sala 3 do Cinema São Jorge. Às 00h, na mesma sala, ainda há para ver Wild Thing de Jérôme de Missolz – um documentário rock, que é tanto uma re-invenção da memória como um desfile de solitários e patéticos, de Elvis a Sid Vicious.

Na Sala 2 do Cinema Londres será exibido Rua Aperana 52 de Júlio Bressane, Herói Independente do ano passado, uma paisagem musical fílmica sobre a esquina de uma rua no Rio, que utiliza fotografias, entre outros, dos pais de Bressane (tiradas entre 1909 e 1955) e os seus próprios filmes (realizados entre 1957 e 2005), cobrindo um tempo de ficção de quase um século. “Aperana” significa “estrada errada”. Uma ficção sobre uma ficção.Totem de Jessica Krummacher (Cinema Londres, Sala 2, às 21h15) apresenta-nos a jovem Fiona, de 23 anos, contratada por uma família alemã como empregada doméstica devido ao estado emocional instável de Claudia, a mãe de família.

Às 21h30, no Grande Auditório da Culturgest, o fim do mundo acontece com o filme de Abel Ferrara, 4:44 Last Day on Earth. Shanyn Leigh e Willem Dafoe são o casal protagonista, que aceita a o fim dos dias, mas escolhe aproveitar os últimos momentos à sua maneira.

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 46 outros seguidores

%d bloggers like this: