Como medir o cinema português?

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
.
Depois do Seminário (Parte I e II), as Lisbon Talks arrancaram ontem, no Cinema São Jorge, com uma conversa sobre “Difusão em Televisão” - possíveis apoios e procedimentos para uma produção independente televisiva. Matteo Solaro, responsável pelo apoio à difusão em TV da EACEA (Bélgica), traçou em linhas detalhadas o funcionamento destes mecanismos, bem como planos de acção para possíveis interessados. A apresentação foi feita em inglês, com tradução simultânea, e contou com uma sala cheia – produtores, representantes do ICA e público em geral, onde se incluíram alguns participantes do Seminário que decorreu ao longo do fim-de-semana.
.
Hoje fala-se sobre “Os Estados Gerais do Cinema Português”, na mesma sala (Cinema São Jorge 2). O título parece sugerir qualquer coisa de abstracto, mas há questões concretas a debater e, algures a meio do caminho, poderá encontrar-se um barómetro razoavelmente preciso para medir o cinema português. Na mesa de convidados encontrarão Inês de Medeiros, realizadora e deputada, Pedro Costa, um dos novos realizadores portugueses com maior projecção a nível internacional, João Salaviza, a representar (a urgência de) uma geração jovem de realizadores, e Miguel Valverde, director do festival.
.
Na primeira fila, juntam-se à discussão: Fernando Vendrell (produtor e vice-presidente da APR), Humberto Santana (produtor, presidente da APPA – Associação Portuguesa de Produtores de Animação), João Tovar (director da Restart – Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias), Luís Urbano (produtor), Manuel Damásio (director da Licenciatura em Cinema da Universidade Lusófona), Maria João Mayer (produtora, também a representar a APORDOC – Associação pelo Documentário) e Pedro Borges (distribuidor e produtor – Midas Filmes). A moderar a discussão estará a jornalista Paula Moura Pinheiro.
.
Pode dizer-se, também a respeito das Lisbon Talks, que não terminam quando acabam. O ponto de interrogação começa agora e o encontro, marcado para as 17h30, promete algo mais do que respostas garantidas. Lá vos esperamos, para falar sobre cinema.
.
About these ads

1 pensamento em “Como medir o cinema português?

  1. LAPOR diz:

    grandes parabéns, pá, pelo trabalho todo, taaaaaaaao largo vocês fazem neste festival. Oportunidade de ar fresco prá esse enfechamento do cinema português. Pena nao conseguir ter ficado mais tempo e fazer melhor ideia do “corpo” do festival.
    Espero nessa conversa surgiram os problemas e dificuldades mas sobre tudo o que o cinema em PT já ganhou e cômo isso poderia ser desenvolvido.
    Força desde Espanha e tudo o melhor prá vocês, cineastas e pessoas envolvidas na cultura do pais e equipa do Indie!!!! até a prôxima. cumprimentossssss

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 46 outros seguidores

%d bloggers like this: