Category Archives: Observatório

Destaques de Programação: 26 de Abril

No Cinema São Jorge, a Sala Manoel de Oliveira recebe a Cerimónia de Abertura, com Dark Horse de Todd Solondz, às 21h30. Abe, o protagonista, é um homem-criança. Aos trinta e poucos anos é incapaz de fazer parte do mundo dos adultos. Ainda vive em casa dos pais, trabalha sem qualquer entusiasmo na empresa do pai e passa a maior parte do tempo no eBay à procura de brinquedos antigos. Menos ácida que as anteriores sátiras de Todd Solondz (Happiness, Life During Wartime) sobre a vida do americano médio,Dark Horse é igualmente divertida e oferece uma perspectiva diferente.

"Into the Abyss", de Werner Herzog

Homenageado na secção Herói Independente do IndieLisboa’09, Werner Herzog está de volta com o seu mais recente trabalho, um documentário que, através de conversas com o jovem assassino Michael Perry, dias antes da sua pena de morte, e com todos os que foram afectados pelos crimes que cometeu – os seus familiares e os familiares das vítimas –, nos leva a reflectir sobre o acto de matar. Into the Abyss passa no dia 26 de Abril, às 21h30, no Grande Auditório da Culturgest.

No Pequeno Auditório, será exibida a sessão Competição Internacional Curtas 1, às  21h45. Do escuro de uma mina em Juku vamos para claridade de um dia chato de domingo em Les Dimanches, onde tudo acontece e saber línguas deveria ser um dado adquirido. No entanto, é melhor não cair no ventre da baleia de Belly ou na paranóia crescente de Africa, tudo para acabar numa Cama de Gato, o jogo do destino de uma jovem mãe adolescente.

A sessão Director’s Cut Curtas, reflexão sobre o cinema composta também por várias curtas metragens, acontece no Cinema São Jorge, Sala 3, às 21h30, e apresenta Projet Kubrick de Olivier Jagut, Il était une fois… Orange mécanique de Antoine de Gaudemar, I’m Not the Enemy de Bjørn Melhus, que se apropria de diálogos de filmes de Hollywood que lidam com o legado da guerra do Vietname para os implantar nos sossegados subúrbios alemães, e Conference Notes On Film 05 de Norbert Pfaffenbichler.

Às 21h30, no Cinema Londres, Sala 1, são exibidos dois filmes do realizador Ai Weiwei: Ordos 100 e So Sorry. Ai Weiwei esteve ligado à concepção do famoso estádio Ninho de Pássaro, construído para as Olimpíadas de Pequim. Mantendo a parceria com a mesma dupla de arquitectos suíços Herzog & de Meuron, foi incumbido de conceber uma cidade no interior do deserto da Mongólia. O projecto Ordos 100 nasce assim, com o convite dirigido a 100 arquitectos de 27 países para desenhar uma vivenda com 1000 m2. So Sorry começa por mostrar um Ai Weiwei a tentar perceber as verdadeiras razões para as escolas públicas não terem resistido ao terramoto que assolou Sichuan e evolui para um confronto entre o artista plástico e as autoridades chinesas, culminando na sua muito recente prisão.

Na Sala 2 do Cinema Londres, a sessão Pulsar do Mundo Curtas 1 tem hora marcada para as 21h15 e dela fazem parte as curtas metragens Fireworks de Giacomo Abbruzzese, Jours de poussière de Jérémie Reichenbach, Woodcarver de Ehren BEARwitness Thomas, Las Vegas | Les Prés de Benjamin R. Taylor, Bradley Manning Had Secrets de Adam Butcher e From This Day to Where de Matias Rygh e Mathias Eriksen.

Offside de Jafar Panahi estreia em sala

Offside de Jafar Panahi

A longa metragem de Jafar Panahi chega às salas de cinema portuguesas no próximo dia 3 de Novembro. Offside (Fora de Jogo, no título português) foi exibido no IndieLisboa’7 na secção Observatório, na Mostra de Cinema Visões do Sul em 2008 e conquistou o Prémio Especial do Júri no Festival de Berlim em 2006.

O filme conta-nos a forma como raparigas disfarçadas de homens tentam entrar num estádio para assistirem a um jogo de futebol. Uma delas, antes do encontro começar, é presa no posto de controle e posta num recinto mesmo junto ao estádio com um bando de outras mulheres todas vestidas como homens. Quando o jogo terminar, serão enviadas para a esquadra.

E apesar da situação, estas raparigas não desistirão. Usam de todos os subterfúgios para ver o jogo. Porque afinal, no Irão, as mulheres também gostam de futebol.

É uma comédia inteligente sobre a luta pelos direitos das mulheres no Irão assinada por um dos realizadores iranianos mais influentes do cinema contemporâneo neste país, que neste momento vive como prisioneiro no Irão, impedido de realizar ou escrever argumentos e proibido de dar entrevistas a meios nacionais ou internacionais.

Offside /Fora de Jogo vai estar em exibição no Cinema City Classic Alvalade.

Com as etiquetas

“O Barão” de Edgar Pêra estreia no circuito comercial

O Barão de Edgar Pêra

Depois de ter sido exibido no IndieLisboa’11 nas secções Observatório e Competição Nacional, O Barão chega agora ao circuito comercial.

O filme de Edgar Pêra, inspirado na obra de Branquinho da Fonseca, apresenta-nos o Barão, figura que aterroriza os habitantes de uma região montanhosa, numa narrativa levada a cabo por um Inspector, simultaneamente Narrador e Espectador. O Barão é um camaleão emocional – ora se apresenta dócil ou irascível. Vive um amor aprisionado, dentro e fora de si. Idalina, criada aristocrata, paira pelo castelo. A sua esguia e esquiva figura perturba o Inspector.

O Barão foi distinguido no IndieLisboa com uma Menção Honrosa do Prémio AIP de Melhor Imagem para Longa Metragem Portuguesa com o apoio de KODAK/LIGHT FILM/PLANAR e marcou o regresso de Edgar Pêra ao IndieLisboa, depois de ter sido o Herói Independente de 2006, tendo sido premiado com o Prémio de Melhor Longa Metragem da Competição Nacional desse ano com Movimentos Perpétuos – Cine-Tributo a Carlos Paredes, e de ter apresentado Rio Turvo em 2007 e Crime / Abismo Azul / Remorso Físico em 2009.

No dia 20 de Outubro, O Barão chega às salas da Zon Lusomundo.

Com as etiquetas ,

“Louise-Michel” estreia nas salas portuguesas

" Louise-Michel" de Benoît Delépine e Gustave Kervern

Louise-Michel, comédia assinada pela dupla de realizadores Benoît Delépine e Gustave Kervern, irá ter a sua estreia em sala no próximo dia 1 de Julho. O filme foi exibido em Portugal pela primeira no IndieLisboa’09 (secção Observatório).

O filme conta-nos a história das trabalhadoras de uma fábrica de brinquedos em dificuldades que, ao chegarem ao trabalho uma manhã, encontram o edifício vazio, sem maquinaria e sem saber onde pára a equipa de gestores.

Face ao despedimento colectivo e às indemnizações irrisórias que recebem, uma das trabalhadoras, Louise, propõe juntarem o dinheiro de que dispõem para contratar um mercenário que assassine o patrão. Michel, um desajeitado “especialista” em segurança aceita a missão e inicia , com Louise, uma viagem alucinante em busca da sua vítima.

Uma “comédia realmente engraçada e realmente negra” de acordo com os realizadores , uma perspectiva arrasadora sobre o nosso admirável mundo novo (o do neo-liberalismo e da globalização) e imprime um novo sentido à velha máxima “trabalhadores de todo o mundo, uni-vos”.

Dedicado a Albert Libertad, um lendário anarquista francês, o filme tem como título o nome de outra figura histórica do movimento anarquista, o que nos dá uma ideia do que podemos esperar dos politicamente incorrectos realizadores de Louise-Michel.

O filme é distribuido pela Alambique e estreia em Lisboa, Cinema Monumental, e no Porto, UCI Arrábida 20.

Veja aqui o trailer deste filme.

Com as etiquetas ,

Tyson nas salas de cinema do país

Mike Tyson

Estreado em Portugal durante o IndieLisboa’09 na secção Observatório, o documentário de James Toback retrata a controversa e densa personalidade de “Iron Mike”. Obscuro, íntimo, violento, cómico, absurdo, erótico, trágico e humano, Tyson é uma figura, antes de mais, marcada pelas suas raízes, tanto étnicas como de classe. O filme serve-se de imagens de arquivo de antigos combates de boxe, entrevistas e fotografias, para ilustrar alguns dos momentos da impressionante carreira desportiva do atleta. O fascínio de James Toback por estas personagens extremas não é recente, mas o interesse na figura de Tyson resulta tanto das glórias desportivas que coleccionou como da sua, para muitos inesperada, faceta introspectiva.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 55 outros seguidores